segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Ilustração e poema sobre a Beata Maria de Araújo

Embalado pra viagem # 95



maria de araújo

tu que deverias estar aqui e não estás.
olho-te defronte um jazigo vazio.
aquele pequeno corpo invólucro de milagres que milagrosamente trouxeram à tona uma cidade que há mais de século se fazia miúdo lugar no fim do mundo.
teus restos – ossos e resíduos putrefatos – foram banidos desta realidade por facínoras delegados duma religião maquiavélica.
seriam santos teus despojos depositados nesta vala?
a crença do homem é teu esquecimento.
tu que sufocada pelo silêncio da rua padre cícero – ironicamente – arrancada dos braços daquele povo antigo que desejava banhar-se com teu sangue fruto de visões divinas.

tua pobreza te puniu.
tua pele negra te puniu.
teu sexo te puniu.

teu povo te puniu.
teu santo te puniu.

juazeiro agradece teu martírio e te esquece todo dia.
____

Poema: Ythallo Rodrigues
Ilustração: Reginaldo Farias

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário