terça-feira, 31 de março de 2015

A cuspida de Dona Anita



por Harlon Homem de Lacerda

Há uma atmosfera de envolvimento afetivo entre Clarice Lispector e público que, mesmo quem nunca a leu, cita constantemente passagens de suas obras (até sem saber se ela escreveu realmente aquele trecho ou citação). Clarice parece fornecer o alimento para o zeitgeist contemporâneo e, sem dúvida, a expressão de sua narrativa consubstancia sentimentos e realidades tantas e impede que passemos por ela sem ao menos nos encantarmos. Este encantamento será tratado aqui ao falarmos sobre a ação de uma personagem: a cuspida de Dona Anita, no conto “Feliz aniversário”.

Conto do livro Laços de família, “Feliz aniversário” constrói em nossa mente a imagem de um palco escuro com um canhão de luz sendo apontado num momento para a nora de Olaria, noutro para Zilda, noutro para a velha imóvel à cabeceira de uma mesa de aniversário suja e vazia de qualquer amor e assim para cada uma das personagens desnudadas em suas aparências mofadas e suas angústias pequeno-burguesas.

Depois de entrarem todos os “cornos, maricas e vagabundas” no velho sobrado para comemorar os oitenta e nove anos da matriarca (menos Rodrigo, o neto viril que é carne do coração e não do joelho como os outros), presenciamos uma sequência de desafetos, intrigas, hipócritas retorcidos em seus discursos vazios. Somos, entretanto, guiados até a aniversariante através de um magnetismo construído magistralmente pela narradora.

É no quarto parágrafo do conto que tomamos conhecimento de Dona Anita: um parágrafo de uma oração. Em outros três parágrafos igualmente curtos, indicando talvez a solidão daquela senhora, a sua coisificação transformando-a quase em mais objeto do espaço da sala, somos informados do tédio que a define. O canhão de luz, então, é apontado pra velha iluminando seus pensamentos: conhecemos o extremo desgosto dela ao ver no quê sua família se tornou. Toda aquela angústia, desespero, tristeza conhecidos por nós através de seus pensamentos é materializado pela cuspida. Uma das poucas ações físicas da personagem, além de piscar, falar umas poucas palavras de despedida, quase sorrir e pedir vinho.

A cuspida de Dona Anita é a materialização do sentimento de derrota, de uma vida jogada fora ao ver no que a família dela se tornara. A cuspida é a necessidade de purgação de um veneno borrifado ano após ano pelas carnes de joelho que nem sabiam escolher esposas, não tinham vigor algum, não tinham vida. A cuspida de Dona Anita é o anticlímax de uma festa fracassada, sem alma, sem razão de ser, feita apenas como uma obrigação porque a velha ainda está viva. A cuspida de Dona Anita é a ação, o único ato legítimo numa festa ilegítima. Dona Anita cospe a hipocrisia de toda uma sociedade alimentada em aparências, em distorções, em relações vazias, em reificação, em alienação. Dona Anita cospe o fracasso da sociedade ocidental.

Neste conto curto encontramos uma razão para entendermos o encantamento que Clarice Lispector nos provoca. Neste encantamento provocador compreendemos a força de uma narrativa alicerçada no dilaceramento do véu de Maia, que obscurece nossas relações cotidianas. Por este e outros motivos, louvemos Clarice Lispector e tentemos lê-la de verdade, além das citações, além das redes sociais. Um brinde a Clarice!
____

Harlon Homem de Lacerda é Mestre em Letras pela UFPB e Professor de Literatura Brasileira da Universidade Estadual do Piauí (UESPI - Oeiras). E-mail: harlon.lacerda@gmail.com.

.

'Violator' (Depeche Mode, 1990)



Grifo nosso # 81

"Em março de 1990, o Depeche Mode lançou um novo álbum no que eles presumiram que seria um evento discreto na Warehouse Records, em Los Angeles. Em vez disso, cinco fãs foram hospitalizados quando, segundo dados policiais, 30 mil pessoas apareceram. Não é de se espantar que a turnê seguinte da banda tenha sido chamada de World Violation.

Estranhamente, o álbum que lhes garantiu o superestrelato era muito mais introspectivo do que seu predecessor explosivo, Music For The Masses. Apenas 'Personal Jesus' — baseado num groove do músico Gary Gliter — parecia adequada para tocar em estádios. As outras faixas são as mais atraentes que Marting Gore já compôs, desde a tonalidade tecno de 'World In My Eyes', passando pela delicada 'Waiting For The Night', até a sombria 'Clean' (uma descendente afastada de 'One Of These Days', do Pink Floyd).

O tempo para trabalhar que Gore tinha conseguido ao lançar, em 1989, um EP de covers chamado Counterfield tinha trazido recompensas. O resultado foram quatro enormes sucessos, dos quais 'Enjoy The Silence' teve a maior repercussão internacional.

Sofisticado mas sentimental, Violator eliminou a auto-indulgência das estranhezas de Black Celebration e Music For The Masses. Os temas instrumentais não citados na lista de músicas — 'Crucified' logo após 'Enjoy The Silence' e 'Interlude Nº 3' após 'Blue Dress' — são instigantes e encantadores.

Maravilhosamente produzido por Flood — que também trabalhou com o Nine Inch Nails e o Smashing Pumpkins — o disco é tão coeso que muitos custaram a crer que era mesmo Gore, e não Dave Gahan, quem cantava 'Sweetest Perfection' e 'Blue Dress'. Parte do crédito quanto à qualidade irrepreensível do disco não pode deixar de ser atribuída aos excelentes arranjos do tecladista Alan Wilder. Violator mostra o grupo no auge de seu sucesso e continua a soar estupendo atualmente."
____

Bruno MacDonald, no livro 1001 discos para ouvir antes de morrer (Editora Sextante, 2007).

Selo | Mute
Produção | Depeche Mode; Flood
Projeto gráfico | Anton Corbijn; Area
Nacionalidade | Inglaterra
Duração | 46:59

"Tenho uma lista dos 10 tópicos mais importantes... relações, dominação, luxúria, amor, bem, mal, incesto, pecado, religião, imoralidade." (Martin Gore, 1990)

Lista de músicas - Violator (1990):

1. World in My Eyes (Martin Gore)
2. Sweetest Perfection (Martin Gore)
3. Personal Jesus (Martin Gore)
4. Halo (Martin Gore)
5. Waiting for the Night (Martin Gore)
6. Enjoy the Silence (Martin Gore)
7. Policy of Truth (Martin Gore)
8. Blue Dress (Martin Gore)
9. Clean (Martin Gore)

Violator completou 25 anos de lançamento no último dia 19 de março de 2015 (álbum lançado no dia 19 de março de 1990).

Clipe de "Personal Jesus":


.

sábado, 28 de março de 2015

'Uma Mulher Sob Influência', filme de John Cassavetes, no Cinemarana



Cinemarana (com mediação de Elvis Pinheiro)
Exibição do filme Uma Mulher Sob Influência
Ficha técnica:
Título original: A Woman Under the Influence
Direção e roteiro: John Cassavetes
Elenco: Gena Rowlands, Peter Falk, Fred Draper, Lady Rowlands, Katherine Cassavetes, Matthew Laborteaux, Matthew Cassel
Duração: 155 minutos
Ano: 1974
País de origem: Estados Unidos

"A convivência de Nick Longhetti (Peter Falk), um homem sobrecarregado de trabalho num estaleiro, e sua esposa Mabel (Gena Rowlands), uma dona-de-casa." (sinopse da divulgação do evento)

Para ler texto de Ythallo Rodrigues sobre o filme Uma Mulher Sob Influência (publicado na Revista Sétima), clique aqui.

Exibição na segunda-feira, 30 de março de 2015, às 19h
No SESC Crato-CE. Entrada gratuita.

.

'The Bends' (Radiohead, 1995)



Grifo nosso # 80

"É fato conhecido que o peso do sucesso de um único single pode destruir uma banda — é melhor repetir o mesmo e ser acusado de estar cedendo aos impulsos comerciais ou seguir seus ideais artísticos e arriscar-se a confundir os fãs? Livres do paralisante e claustrofóbico sucesso do single 'Creep', que se tornou um clássico, o Radiohead decidiu fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

The Bends é sua obra-prima de rock. Ainda longe de explorar a fundo seu fascínio pela música eletrônica, o grupo construiu um punhado de músicas que tinham uma identidade provocante, porém frágil, e, mais importante, podiam fazer com que um estádio em peso dançasse ao som delas. Todas as músicas deste álbum merecem atenção — todas são suficientemente sólidas para que os músicos que tocam nas ruas queiram interpretá-las, acompanhados por um violão ou o mais próximo possível da versão original com uma banda inteira.

'Bones', 'Just' e 'My Iron Lung' (um single gravado ao vivo, exceto pela voz) ainda hoje conseguem levantar multidões. Depois vinha o lado tranquilo: o delicioso sarcasmo de 'Nice Dream', a sonolenta 'Bullet Proof' ou ainda a música que encerra o álbum com um toque falsamente hippie. 'Immerse your soul in love' ('Afunde sua alma em amor') é o que Yorke diz numa das suas melhores interpretações até hoje. É impossível não concordar, entre abismado e admirado.

Visualmente falando, The Bends é uma confusão — a capa mostra uma imagem digitalmente manipulada de um boneco para prática de ressuscitamento. Possivelmente era um sinal daquilo que estava por vir, porque os álbuns seguintes seriam ainda mais abstratos. Em 1995, pelo menos, o som do Radiohead era simplista, em comparação, e tinha um efeito devastador — o som de uma era de ouro."
____

Jack Kennedy, no livro 1001 discos para ouvir antes de morrer (Editora Sextante, 2007).

Selo | Parlophone
Produção | John Leckie
Projeto gráfico | Stanley Donwood
Nacionalidade | Inglaterra
Duração | 48:34

"Tem sempre essa sensação de que você é uma extensão dessa coisa da Coca-Cola" (Thom Yorke, 1995)

Lista de músicas - The Bends (1995):

1. Planet Telex (Colin Greenwood / Jonny Greenwood / Ed O'Brien / Phil Selway / Thom Yorke = Radiohead)
2. The Bends (Radiohead)
3. High and Dry (Radiohead)
4. Fake Plastic Trees (Radiohead)
5. Bones (Radiohead)
6. Nice Dream (Radiohead)
7. Just (Radiohead)
8. My Iron Lung (Radiohead)
9. Bullet Proof... I Wish I Was (Radiohead)
10. Black Star (Radiohead)
11. Sulk (Radiohead)
12. Street Spirit (Fade Out) (Radiohead)

The Bends completou 20 anos de lançamento no último dia 13 de março de 2015 (álbum lançado no dia 13 de março de 1995).

"The Bends" (ao vivo, 1994):


.

Narrativas em Volta do Fogo: Vera Caldeira abre a temporada 2015



O Narrativas em Volta do Fogo está de volta. A primeira edição de 2015 terá como convidada a artista e decoradora Vera Caldeira, que vai compartilhar suas vivências e memórias com o público. O evento será realizado no largo da RFFSA, na cidade de Crato, e começará, pontualmente, às 18 horas do dia 28 de março (sábado).

Muitas pessoas já devem ter visto as obras de Vera espalhadas pela cidade. Sua arte é transformadora e colore os espaços urbanos. Onde vemos lixo, ela vê a oportunidade de reciclar e ressignificar.

O Narrativas traz a essência de viver a cidade e regata a memória de quem a viveu. O projeto consiste em convidar pessoas diferenciadas por suas vivências para compartilhar suas histórias com quem estiver disposto a ouvi-las. Em um espaço público, é acesa uma fogueira e, em forma de círculo, esteiras são espalhadas em volta do fogo com o objetivo de que todos sintam-se à vontade, diante dos ruídos causados pelas cidades contemporâneas, para praticar o exercício da escuta.

O projeto foi criado em Fortaleza pelo coletivo Mediações de Saberes e faz um ano que o Cariri recebe sua versão, através das Pró-Reitorias de Cultura e Extensão da Universidade Federal do Cariri, com o apoio do Programa de extensão Paideia – Cidade Educadora (UFCA) e da Secretaria de Cultura do Crato.
(Textro da Produção do evento)

Vera Caldeira
Transformando os espaços abandonados e degradados em belos painéis de arte, acreditando em uma cidade mais agradável para viver e conviver, uma comunhão entre pessoas e a natureza, arte do povo e para o povo que vai habitar os muros, o chão, a rua. Tentando provar que o meio urbano não precisa ser um lugar desbotado e sem graça. Vera Caldeira é uma mulher com talento de reformular o lixo visto diariamente ao redor da cidade em algo novo, uma mulher que faz o lixo virar arte.

Narrativas em Volta do Fogo
Cores e ruas transformadas
Com Vera Caldeira
Sábado, 28 de março de 2015, 18h
Na RFFSA (Crato-CE)
Gratuito.

.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Lançamento do livro 'O Ferrolho do Abismo', com poesias de Geraldo Urano



Lançamento do livro
O Ferrolho do Abismo: Poesias completas de Geraldo Urano
Domingo, 29 de março de 2015, 19h30
No Instituto Cultural do Cariri - ICC
Rua Rui Barbosa, S/N (em frente ao Parque Pedro Felício Cavalcante)
Crato-CE.

.

quinta-feira, 26 de março de 2015

'Caráter', filme de Mike van Diem, em exibição no Cine Café



Cine Café (com mediação e curadoria de Elvis Pinheiro)
Exibição do filme Caráter
Ficha técnica:
Título original: Karakter
Direção: Mike van Diem
Roteiro: Mike van Diem, baseado em novela de Ferdinand Bordewijk
Elenco: Fedja van Huêt, Jan Decleir, Betty Schuurman, Victor Löw, Tamar van den Dop, Hans Kesting, Lou Landré, Bernhard Droog
Duração: 122 minutos
Ano: 1997
Países de origem: Reino Unido, Estados Unidos

"Rotterdam, 1920. Um jovem advogado é preso, acusado da morte de um político importante. Ao defender sua inocência para polícia, ele conta a história de sua vida, revelando ser o filho bastardo do morto, um homem cruel que sempre o perseguiu." (sinopse da divulgação do evento)

Exibição no sábado, 28 de março de 2015, às 17h30
No Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri (Juazeiro do Norte). Entrada gratuita.

.

Em Juazeiro: lançamento de livros sobre o universo da arte e cultura



Lançamento de livros:
Mediação Cultural no Cariri Cearense, de Ana Cláudia Assunção
Tradições e Contemporaneidades nas Artes, de Alysson Amâncio e Elvis Pinheiro
Sexta-feira, 27 de março de 2015, às 10h30
No Centro de Artes Violeta Arraes
URCA (Campus Pirajá) - Juazeiro do Norte-CE.

.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Programação Orient Cinemas Cariri Shopping - de 26/03 a 01/04/2015

A Série Divergente: Insurgente
(Insurgent, 2014)
Direção: Robert Schwentke
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Kate Winslet, Naomi Watts, Jai Courtney, Ansel Elgort, Maggie Q, Zoë Kravitz, Ray Stevenson, Octavia Spencer
Produção executiva: Neil Burger, David Hoberman, Todd Lieberman, Barry H. Waldman
Produção: Lucy Fisher, Pouya Shahbazian, Douglas Wick
País: Estados Unidos
Gênero: Ação, Aventura, Ficção-científica
Duração: 119 minutos
Distribuidor: Paris Filmes
Sinopse: Em A Série Divergente: Insurgente, os riscos para Tris aumentam quando ela sai à procura de aliados e respostas nas ruínas de uma Chicago futurista. Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) são agora fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los. Assombrada pelas escolhas do passado, mas desesperada para proteger quem ama, Tris, com Quatro a seu lado, encara um desafio impossível atrás de outro, ao desvendar a verdade sobre o passado e também o futuro de seu mundo. Desafie a realidade, busque a verdade. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 13h40, 18h40 (Sala 1)
Dublado 3D: 16h10 (Sala 1)
Legendado 3D: 21h10 (Sala 1)
____


Cinderela
(Cinderella, 2015)
Direção: Kenneth Branagh
Elenco: Lily James, Helena Bonham-Carter, Cate Blanchett, Richard Madden, Stellan Skarsgård, Richard Madden, Sophie McShera , Holliday Grainger, Derek Jacobi, Nonso Anozie
Produção executiva: Tim Lewis, Barry H. Waldman
Produção: Simon Kinberg, Allison Shearmur, David Barron
País: EUA
Gênero: Aventura, Drama, Família, Fantasia
Duração: 112 minutos
Distribuidor: Walt Disney Studios
Classificação indicativa: livre
Sinopse: A história de Cinderela segue a vida da jovem Ella (Lily James), cujo pai comerciante casa novamente depois que fica viúvo de sua mãe. Ansiosa para apoiar o adorado pai, Ella recebe bem a madrasta (Cate Blanchett) e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família. Mas quando o pai de Ella falece inesperadamente, ela se vê à mercê de uma nova família cruel e invejosa. Relegada à posição de empregada da família, a jovem sempre coberta de cinzas, que passou a ser chamada de Cinderela, bem que poderia ter começado a perder a esperança. Mas, apesar da crueldade a que fora submetida, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe e "ter coragem de ser gentil". Ela não cederá ao desespero nem aos que a maltratam. E depois tem o belo estranho que ela conhece na floresta. Sem saber que, na verdade, trata-se de um príncipe, não um mero aprendiz do Palácio, Ella finalmente sente que encontrou uma boa alma. Parece que sua sorte está prestes a mudar quando o Palácio envia um convite aberto a todas as donzelas do reino para ir a um baile, aumentando as esperanças de Ella de encontrar novamente o encantador Kit (Richard Madden). Infelizmente, sua madrasta a proíbe de ir ao baile e, impiedosamente, rasga seu vestido. Mas, como em todo bom conto de fadas, surge ajuda, e uma gentil mendiga (Helena Bonham-Carter) aparece e – armada com uma abóbora e alguns ratinhos – muda a vida de Cinderela para sempre. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 13h30, 15h50, 18h10 (Sala 2)
Legendado: 20h30 (Sala 2)
____


Ponte Aérea
(Ponte Aérea, 2014)
Direção: Julia Rezende
Elenco: Letícia Colin, Caio Blat, Emílio de Melo, Felipe Camargo, Sylvio Zilber, Nicolas Cruz, Gabriela Rocha, Martha Nowill, Silvio Guindane, Cris Flores, Marina Rigueira
Produção executiva: Tathiana Mourão
Produção: Mariza Leão, Erica Iootty
Classificação etária: 14 anos
País: Brasil
Gênero: Drama
Duração: 100 minutos
Distribuidor: Downtown/Paris
Sinopse: Bruno (Caio Blat) e Amanda (Leticia Colin) se conhecem durante um voo que, devido a uma tempestade, tem seu trajeto desviado e faz um pouso de emergência de Belo Horizonte, onde seus passageiros irão passar a noite. Amanda é uma jovem e bem-sucedida publicitária, Bruno é um artista plástico talentoso mas que se recusa a amadurecer. Apesar de serem bem diferentes, os dois sentem uma atração inexplicável um pelo outro e vivem um amor momentâneo. O filme discute a dificuldade dos jovens em criar laços duradouros e sua resistência em enfrentar questões da vida adulta. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Filme nacional: 14h30, 16h40, 18h50, 21h (Sala 3)
____


O Garoto da Casa ao Lado
(The Boy Next Door, 2015)
Direção: Rob Cohen
Elenco: Ryan Guzman, Jennifer Lopez, Kristin Chenoweth, John Corbett, Bailey Chase, Ian Nelson, Lexi Atkins, Raquel Gardner, Kari Perdue, Chad Bullard
Produção executiva: Jeanette Brill, Couper Samuelson, Zac Unterman
Produção: Jason Blum, Elaine Goldsmith-Thomas, John Jacobs, Jennifer Lopez
País: Estados Unidos
Gênero: Thriller
Duração: 91 minutos
Distribuidor: Universal Pictures
Classificação indicativa: 14 anos
Sinopse: A produção, que tem Jennifer Lopez, Ryan Guzman, John Corbett, Ian Nelson e Kristin Chenoweth no elenco, explora a atração proibida entre uma mulher divorciada e um vizinho mais jovem, em um relacionamento que vai além dos limites. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Legendado: 13h, 15h, 17h10, 19h20, 21h30 (Sala 6)
____


O Duelo
(O Duelo, 2013)
Direção: Marcos Jorge
Elenco: Joaquim de Almeida, José Wilker, Marcio Garcia, Claudia Raia, Patrícia Pillar, Sandro Rocha, Tainá Muller, Duda Ribeiro, Jarbas Homem de Mello, Pietro Mario
Produção executiva: Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa
Produção: Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa
País: Brasil
Gênero: Aventura
Duração: 100 minutos
Distribuidor: Warner Bros.
Sinopse: O Duelo conta a história do comandante Vasco Moscoso de Aragão (Joaquim de Almeida) e de sua agitada chegada em uma cidadezinha balneária, a vila de Periperi, situada nas proximidades de um grande município portuário. Já maduro, este pitoresco forasteiro vem para ficar, buscando repouso depois de uma longa vida de aventuras por todos os mares do globo. O charmoso navegante conquista rapidamente a simpatia e admiração dos moradores. Os homens se reúnem ao seu redor para ouvir histórias do mar e as mulheres suspiram por sua figura romântica. O que não demora a suscitar o despeito de alguns invejosos, em especial do fiscal Chico Pacheco, até então o cidadão mais admirado do local. José Wilker será Chico Pacheco, que perde popularidade na pacata vila de Periperi com a chegada do comandante Aragão. Desconfiado e enciumado das histórias contadas pelo capitão, Chico resolve investigar sua vida pregressa e o desafia a provar suas habilidades. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Filme nacional: 20h50 (Sala 4)
____


O Sétimo Filho
(Seventh Son, 2013)
Direção: Sergey Bodrov
Elenco: Ben Barnes, Julianne Moore, Alicia Vikander, Kit Harington, Jeff Bridges, Djimon Hounsou, Olivia Williams, Antje Traue
Produção executiva: Jon Jashni, Brent O´Connor, Alysia Cotter
Produção: Basil Iwanik, Thomas Tull, Lionel Wigram
País: EUA
Gênero: Ação, Aventura
Duração: 102 minutos
Distribuidor: Universal Pictures
Classificação indicativa: 12 anos
Sinopse: Em um passado distante, um mal está prestes a ser desencadeado e reacenderá mais uma vez a guerra entre as forças humanas e sobrenaturais. Mestre Gregory (Jeff Bridges) é um cavaleiro que aprisionou há séculos a Mãe Malkin (Julianne Moore), uma poderosa e malévola bruxa. Mas ela escapou e agora quer se vingar. Invocando seus seguidores de cada encarnação, Mãe Malkin se prepara para soltar sua terrível ira sobre um mundo desprevenido. Apenas uma coisa está em seu caminho. Mestre Gregory. Em um encontro mortal, Gregory fica cara a cara com o mal que ele sempre temeu voltar. Ele só tem até a próxima lua cheia para fazer o que, geralmente, leva anos: treinar seu novo aprendiz, Tom Ward (Ben Barnes), para lutar contra uma magia negra diferente de todas as outras A única esperança do homem está no sétimo filho de um sétimo filho. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 14h10, 16h20, 18h30 (Sala 4)
____


Kingsman: Serviço Secreto
(Kingsman: The Secret Service, 2014)
Direção: Matthew Vaughn
Elenco: Colin Firth, Mark Hamill, Samuel L. Jackson, Mark Strong, Michael Caine, Jack Davenport, Taron Egerton, Sofia Boutella, Neve Gachev
Produção: Adam Bohling, David Reid, Matthew Vaughn
País: EUA, Inglaterra
Gênero: Ação, Aventura, Comédia
Duração: 129 minutos
Distribuidor: 20th Century Fox
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: Baseado na aclamada história em quadrinhos e dirigido por Matthew Vaughn (X-Men: Primeira Classe), Kingsman: Serviço Secreto conta a história de uma agência de espionagem super secreta, que recruta um garoto desleixado, mas promissor, para participar do treinamento competitivo da agência, ao mesmo tempo em que um gênio da tecnologia ameaça o mundo. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 13h50, 18h40, 21h20 (Sala 5)
____


Bob Esponja: Um Herói Fora D'Água
(SpongeBob SquarePants 2, 2014)
Direção: Paul Tibbitt
Elenco: Antonio Banderas, Tom Kenny (voz), Clancy Brown (voz), Thomas F. Wilson, Bill Fagerbakke (voz), Jesica Ahlberg, Rodger Bumpass (voz), Mr. Lawrence (voz), Kaitlyn Ervin, Carolyn Lawrence (voz), Noah Lomax
Produção excecutiva: Stephen Hillenburg, Cale Boyter
Produção: Paul Tibbitt, Mary Parent
País: EUA
Gênero: Animação, Aventura, Comédia
Duração: 93 minutos
Distribuidor: Paramount Pictures
Classificação indicativa: livre
Sinopse: A vida corria tranquila para o otimista Bob Esponja e sua turma: o leal estrela-do-mar Patrick, o sarcástico Lula Molusco, a esquilo cientista Sandy e seu chefe, o crustáceo capitalista Sr. Sirigueijo. Quando a ultrassecreta receita do Hambúrguer de Siri é roubada, o caos se instaura no fundo do mar. Para salvar a pátria, Bob Esponja e o vilão Plankton precisam unir suas forças em uma viagem através do tempo e do espaço Em terra firme, a turma toda enfrenta o malvado pirata Barba Burguer que tem seus próprios planos para os deliciosos hambúrgueres e conta com a ajuda do seu fiel escudeiro – a gaivota Kyle. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 16h30 (Sala 5)
_____________________


Ingresso:
Valores Inteiros (exceto Sala 3D Digital):
Segunda, terça e quarta (exceto feriado e véspera de feriado): R$11,00 (o dia todo)
De quinta a domingo (e feriado): R$ 15,00

Valores Inteiros para a Sala 3D Digital:
Segunda, terça e quarta (exceto feriado e véspera de feriado): R$15,00 (o dia todo)
De quinta a domingo (e feriado): R$20,00.

Promoção:
De segunda a quarta-feira, todos os ingressos por R$ 5,50, exceto sessões 3D (R$7,50 + R$4,00 óculos)

No Cinema do Cariri Garden Shopping (Juazeiro do Norte-CE)
Site Orient Cinemas: http://www.orientcinemas.com.br/
Número de telefone do cinema: (88) 3571.8275.

Programação sujeita a alterações.

.

Conversas Filosóficas: o contexto histórico e as canções engajadas



"A linguística moderna, herdeira de Saussure, há muito postula que a linguagem humana não depende do mundo físico onde esta ocorre. Muito pelo contrário, é por meio da linguagem que se dá forma ao mundo onde vivemos. A partir desse postulado, veremos como o texto verbal presente em canções de cunho politicamente engajado ressignifica-se a depender do ambiente, tempo e contexto histórico em questão, tornando-se, inclusive, objeto de uso da mídia e esvaziando-se completamente de seu sentido inicial." (sinopse da divulgação do evento)

Conversas Filosóficas
Fica o dito pelo não dito: o contexto histórico como premissa para a construção de sentido nas canções politicamente engajadas
Com o Prof. Dr. Cleyton Vieira Fernandes
Quinta-feira, 26 de março de 2015, 19h
No Centro Cultural Banco do Nordeste - CCBNB Cariri (Juazeiro do Norte-CE)
Indicação: livre
Entrada gratuita.

.

terça-feira, 24 de março de 2015

O dia do nascimento do Padre Cícero (24/03/1844) por Irineu Pinheiro



Grifo nosso # 79

"1844, 24 de março - Nasceu no Crato, às 5 horas da manhã, o padre Cícero Romão Batista, numa casa da Rua Grande, no trecho hoje chamado Dr. Miguel Lima Verde, lado do nascente, nº157, no quarteirão entre as atuais praças da Sé e Siqueira Campos.

Sempre sua família, seus amigos e ele próprio festejaram seu aniversário natalício no dia 24 de março, mas o termo de seu batizamento o dá como vindo à luz no dia 23: 'Cícero, filho legítimo de Joaquim Romão Batista Meraíba e de sua mulher Joaquina Ferreira Castão. Nasceu em vinte e três de março de 1844 e foi batizado pelo pároco solenemente com santos óleos nesta cidade do Crato em oito de abril do mesmo ano. Foram seus padrinhos seu avô paterno Romão José Batista e Antônia Maria de Jesus, do que para constar mandei fazer este assento em que me assino. Manoel Joaquim Aires do Nascimento.' (Livro de batizados, Crato, 1843 a 1845, fls. 61)

A madrinha era tia materna do padre Cícero e chamava-se Antônia Ferreira Castão, mas como, às vezes, se usava naqueles tempos, substituiu ela, por motivos religiosos, seus nomes de família pelos de Maria e Jesus. Vestido em capa de asperges, acompanhou seus pais. Seu padrinho de crisma foi o coronel Antônio Luís Alves Pequeno Júnior, o segundo deste nome.

Era o padre Cícero neto paterno de Romão José Batista, como se viu atrás, e de Angélica Romana Batista, de Milagres, e neto materno de José Ferreira Castão, de Cachoeira, Bahia, e de Vicência Gomes Castão, do Crato. Sua mãe, Joaquina Ferreira Castão, mudou depois o seu nome para o de Joaquina Vicência Romana. Estudou o padre Cícero primeiras letras no Crato e frequentou o colégio do padre Inácio de Sousa Rolim, em Cajazeiras, Paraíba do Norte. Seguiu para o Seminário de Fortaleza em 7 de março de 1865.

Ordenado por D. Luís Antônio dos Santos, regressou ao Crato, em 1º de janeiro de 1817 à 1 hora da madrugada, e ali, no dia 8 do mesmo mês e ano, cantou sua primeira missa, assistida pelo vigário Manuel Joaquim Aires do Nascimento , padre Henrique José Cavalcante e seminaristas José Alves de Lima e Vicente Pontes. Foram padrinhos de cerimônia os coronéis Antônio Luís Alves Pequeno e Joaquim Secundo Chaves e Melo. Em 11 de abril do ano seguinte chegou a Juazeiro e em 14 do mesmo mês celebrou missa, pela primeira vez, naquela, então, humílima povoação."
____

Irineu Pinheiro, no livro Efemérides do Cariri (Fortaleza: Edições UFC, 2010. Coleção Nossa Cultura). Livro escrito em 1954 e publicado postumamente em 1962.

.

VIII Fórum Padre Cícero: Cartas a Meu Padim, em Juazeiro do Norte



VIII Fórum Padre Cícero
Tema: Cartas a Meu Padim
Dias 27 e 28 de março de 2015
No Colégio Salesiano de Juazeiro do Norte-CE
Inscrições pelo site www.salesianojuazeiro.com.br, na recepção do Colégio ou pelo telefone (88) 2101.3770.
Investimento: 1kg de alimento não perecível
Com direito a certificado de 10h.

Sexta-feira, 27 de março de 2015, 18h30min:
Lançamento do livro O Calvário de Um Profeta dos Sertões, de autoria do Padre Antenor de Andrade e Silva e a Renovação do Sagrado Coração de Jesus.

Sábado, 28 de março, a partir das 8h (da manhã):
Palestras com: Profa. Dra. Graça Oliveira Costa Ribeiro e Profa. Dra. Claudia Rejanne Pinheiro.

.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Programação da Semana de Artes Integradas 2015 - SESC Crato



Semana de Artes Integradas 2015
De 23 a 28 de março
SESC Crato-CE
Entrada gratuita.

Para conferir a programação completa, clique na imagem abaixo:

Matriz - Encontro de Grafias Femininas em Crato, Juazeiro e Nova Olinda



Matriz - Encontro de Grafias Femininas
Intervenções urbanas e rurais, oficinas com convidadas nacionais e internacionais, exposições, performances, sarau poético e muito mais
De 24 de março a 02 de abril de 2015
Em Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda (CE)
+ info: (88) 9839.8718
https://matrizencontro.wordpress.com
Acesso gratuito.


Programação:

24 de março de 2015 (terça-feira):
9h às 12h: Visita a ateliês (Juazeiro do Norte)
- Lira Nordestina: Av. Castelo Branco, 150, Bairro Romeirão
- Mestre Noza: Rua São Luís, 95, Centro

13h às 15h: Visita a ateliês (Crato)
- Ateliê de Carlos Henrique Soares
- Gráfica Coisas do Sertão da Academia dos Cordelistas do Crato

19h: Abertura da exposição Maníacas e outras, de Jô Andrade (artistas homenageada no MATRIZ) e performance poética. No SESC Crato-CE

21h: Festa "Vinil, artes e outrAs", na casa MATRIZ, à rua Nelson Alencar, próximo à RFFSA


25 de março (quarta-feira):
08h às 12h: Livro sanfonado. Workshop de produção de livro.
Mariana Ardito (SP) – proposta nacional selecionada.
Local: a ser definido

15h às 17h:
Mesa redonda “As Grafias Femininas” e apresentação de portfólios (com artistas convidadas)
Local: ONG BEATOS (Crato)

18h: Sarau poético “Inverso” e leitura de cordéis.
“Poesias no corpo”: performance com Janaina Felix (Crato) – proposta regional selecionada.
“Noite de livros” e ilustrações com Laura Teixeira (SP), na casa MATRIZ (centro do Crato)
Local: ONG BEATOS (Crato)


26 de março (quinta-feira):
08h às 12h: Mulheres de Jornal. Oficina de desenho modular e intervenção urbana
Laura Teixeira (SP)
Local: Centro Mestre Noza (Juazeiro do Norte). 15 vagas

14h às 18h: Agapando: analogia do natural. Oficina de xilogravura sobre a flora local
Eva Macias (México)
Local: a ser definido. 15 vagas


27 de março (sexta-feira):
08h às 12h: Desenho poético: da lembrança ao papel, do papel para parede
Tereza Dequinta (Fortaleza)
Local: Casa MATRIZ. 15 vagas

14h às 18h: Contos do corpo: partes do corpo e suas histórias. Oficina de serigrafia.
Miriam Zegrer (Alemanha).
Local: Casa MATRIZ. 15 vagas


28 de março (sábado):
08h às 16h: Visita à Fundação Casa Grande (Nova Olinda) e atividade com crianças

18h: Abertura da exposição MATRIZ: Artistas convidadas
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste - CCBNB Cariri (Juazeiro do Norte-CE)


29 de março (domingo):
08h às 12h: Mulheres de jornal. Oficina de desenho modular e intervenção urbana
Laura Teixeira (SP)
Local: Centro Mestre Noza (Juazeiro do Norte). 15 vagas

14h às 18h: Agapando: analogia do natural. Oficina de xilogravura sobre a flora local
Eva Macias (México)
Local: a ser definido. 15 vagas


30 de março (segunda-feira):
08h às 12h:
Desenho poético: da lembrança ao papel, do papel para parede
Tereza Dequinta (Fortaleza)
Local: Casa MATRIZ. 15 vagas.

14h às 18h: Contos do corpo: partes do corpo e suas histórias. Oficina de serigrafia.
Miriam Zegrer (Alemanha)
Local: Casa MATRIZ


31 de março (terça-feira):
08h às 12h e 14h às 18h: Intervenções rurais na Ponta da Serra e Catingueira
Orientadas por Laura Teixeira (SP)


01 de abril (quarta-feira):
08h às 12h: Intervenções urbanas (orientadas por Tereza Dequinta)
Loca: a ser confirmado

14h às 18h: Encerramento das atividades e montagem da exposição coletiva resultante das atividades do encontro.
Local: SESC Juazeiro do Norte-CE


02 de abril (quinta-feira):
08h às 12h:
Encerramento das atividades e montagem da exposição coletiva resultante das atividades do encontro.
Local: SESC Juazeiro do Norte-CE

14h às 18h: Roda de conversa informal: possibilidade de desdobramento de MATRIZ.
Local: SESC Juazeiro do Norte-CE

19h: Abertura de exposição e encerramento de encontro
Lançamento do Cordel de Josenir Lacerda (CE)
Local: SESC Juazeiro do Norte-CE.

.

Encenação do espetáculo 'Borboletária' em Juazeiro



"Borboletária é o retrato de um caleidoscópio psíquico em que as relações e sensações das personagens se mesclam, se confundem e se perdem. Borboletas predestinadas a viverem para enfeitar as paredes de algum solitário que anseia por suas asas ou por fotografias daquilo que deveria ser belo, puro, incondicional e, mas que não raro é bigâmico, traiçoeiro e prostituível: o amor." (sinopse da divulgação do evento)

Semana do Teatro
Borboletária
Coletivo Dama Vermelha (Juazeiro do Norte-CE)
Quarta-feira, 25 de março de 2015, 19h30
No Centro Cultural Banco do Nordeste - CCBNB Cariri (Juazeiro do Norte-CE)
Indicação: 14 anos
Entrada gratuita.

.

Mostra de Repertório - Grupo Ninho de Teatro (2015)



Mostra de Repertório - Grupo Ninho (2015)
De 24 a 29 de março de 2015.

Programação:

24 de março de 2015 (terça-feira), 19h, no CCBNB Cariri (Juazeiro do Norte-CE):
Bárbaro
Classificação indicativa: 14 anos
Entrada gratuita

26 de março (quinta), 16h, na Casa Ninho (Crato-CE):
Diálogo Cênico - teatro de grupo, poéticas e políticas - grupos convidados do Cariri e a participação do LUME Teatro

26 de março (quinta), 20h, na Casa Ninho (Crato-CE):
Demonstração Técnica - A mimese corpórea e o treinamento cotidiano do ator - Jesser De Souza (LUME - Teatro)
Classificação indicativa: 14 anos

27 de março (sexta), 20h, na Casa Ninho (Crato-CE):
Tributo aos Mestres
Classificação indicativa: 16 anos
P.Q.P - Pague Quanto Puder

27 de março (sexta), a partir de 22h:
Na Casa do Becco (Rua José Carvalho, 403, Centro, Crato)
Festa Dia Mundial do Teatro com DJ Daniel Batata

28 de março (sábado), 17h, na Casa Ninho (Crato-CE):
A Lição Maluquinha
Classificação indicativa: livre
P.Q.P - Pague Quanto Puder

28 de março (sábado), 20h, na Casa Ninho (Crato-CE):
Avental Todo Sujo de Ovo
Classificação indicativa: 14 anos
P.Q.P - Pague Quanto Puder

29 de março (domingo), 17h, no Largo da RFFSA (Crato-CE):
(em frente à Casa Ninho)
Charivari
Rua com conteúdo adulto

29 de março (domingo), 20h, na Casa Ninho:
Jogos na Hora da Sesta
Classificação indicativa: 14 anos
P.Q.P - Pague Quanto Puder.

.

domingo, 22 de março de 2015

Mostra O Monumental Orson Welles: de 'Cidadão Kane' a 'Verdades e Mentiras'



Mostra de Cinema
O Monumental Orson Welles: De Cidadão Kane a Verdades e Mentiras
Nas segundas-feiras, de 06 de abril a 29 de junho de 2015, às 19h
No Cinemara do Sesc Crato
Teatro Adalberto Vamozi (Sesc Crato-CE)
Entrada gratuita.


Programação:

Dia 06 de abril, 19h:
CIDADÃO KANE (Citizen Kane, Dir. Orson Welles, EUA, 1941, 119min)

Baseado na vida do magnata das comunicações William Randolph Hearst, conhecemos a história de Charles Foster Kane, o homem que construiu um império a partir do nada, mas que vivia uma vida pessoal extremamente ruim. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro, é considerado um dos filmes mais importantes da história do cinema.


Dia 13 de abril, 19h:
SOBERBA (The magnificent Ambersons, Dir. Orson Welles, EUA, 1942, 88min)

Na Indianápolis do final do século XIX, a família Amberson encontra dificuldades para lidar com as mudanças a seu redor. Recebeu 4 indicações ao Oscar: Melhor Filme, Atriz Coadjuvante (Agnes Moorehead), Direção de Arte (Preto e Branco) e Fotografia (Preto e Branco).


Dia 20 de abril, 19h:
O ESTRANHO (The stranger, Dir. Orson Welles, EUA, 1946, 95min)
O detetive Wilson tem a missão de prender o oficial nazista Charles Rankin, que se mantém escondido numa cidadezinha. Seu maior obstáculo é convencer a mulher dele sobre a verdadeira identidade do marido.


Dia 27 de abril, 19h:
A DAMA DE SHANGAI (The lady from Shanghai, Dir. Orson Welles, EUA, 1947, 87min)

Elsa 'Rosalie' Bannister é uma mulher que é salva de um grupo de ladrões pelo jovem Michael O'Hara. Como agradecimento, ela o convida para trabalhar no iate de seu milionário marido. Michael aceita o emprego, mas não pelo dinheiro, e sim para ficar mais próximo de Elsa e, assim, tentar fugir com ela - pois agora ele está completamente apaixonado pela moça.


Dia 04 de maio, 19h:
MACBETH: REINADO DE SANGUE (Macbeth, Dir. Orson Welles, EUA, 1948, 89min)

Baseado na obra literária de William Shakespeare, somos apresentados a Macbeth (Orson Welles), um homem simples designado por feiticeiras a se tornar rei. Conquistando as batalhas com muita violência e sangue, sua mente vai ficando cada vez mais conturbada, o que viria a ser sua ruína.


Dia 11 de maio, 19h:
OTHELO (The tragedy of Othello: the moor of venice, Dir. Orson Welles, EUA/França/Itália/Marrocos, 1952, 90min)

Desdemona, filha de um aristocrata veneziano, é comprometida com Iago e foge com um heroico militar mouro Othello. Ressentido, Iago planeja separar o casal.


Dia 18 de maio, 19h:
MR. ARKADIN (Mr. Arkadin, Dir. Orson Welles, Espanha/França/Suiça, 1955, 93min)

Reclamando de amnésia, o milionário Arkadin contrata o detetive Guy Von Straten para investigar seu passado. Quando a procura de Straten por todo mundo revela a sórdida origem da fortuna de Arkadin, testemunhas começam a morrer.


Dia 25 de maio, 19h:
A MARCA DA MALDADE (Touch of evil, Dir. Orson Welles, EUA, 1958, 95min)

Ramon Miguel Vargas (Charlton Heston) está em lua de mel com sua bela mulher Susan Vargas (Janet Leigh), no México, bem perto da fronteira com os Estados Unidos. Quando um assassinato ocorre, os conceitos da ética policial de Ramon se confrontam diretamente com os de Hank Quinlan (Orson Welles), o corrupto capitão da polícia local.


Dia 01 de junho, 19h:
O PROCESSO (Le procès, Dir. Orson Welles, Alemanha Ocidental/França/Itália/Iugoslávia, 1962, 118min)

Josef K acorda um dia e se vê com a polícia em seu quarto. Após ser preso e responder a um processo, passa a investigar o motivo de estar sendo investigado.


Dia 08 de junho, 19h:
FALSTAFF: O TOQUE DA MEIA-NOITE (Campanadas a medianoche, Dir. Orson Welles, Espanha/França/Suiça, 1965, 117min)

O velho e gordo Falstaff é um grande amigo de Henry IV, o herdeiro do trono da Inglaterra. Juntos passariam por experiências divertidas e, em outras ocasiões, perigosas, sendo constituído um vínculo de amizade cada vez maior. Quando Henry IV se torna rei, Falstaff finalmente acha que sua vida melhoraria, com a ajuda do seu então companheiro.


Dia 15 de junho, 19h:
A HISTÓRIA IMORTAL (The immortal story, Dir. Orson Welles, França, 1968, 58min)

Rico comerciante europeu decide tornar realidade a "imortal" lenda de um marinheiro que seduz a esposa de um homem rico. Paga uma mulher para ser sua esposa por um dia e encontra um marinheiro no cais para participar da encenação.


Dia 22 de junho, 19h:
FOR FAKE: VERDADES E MENTIRAS (Vérités et mensonges, Dir. Orson Welles, AlemanhaOcidental/França/Irã, 1973, 85min)

Nesse último filme dirigido por Orson Welles, ele desmistifica um grupo de falsificadores. Elmyr de Hory, perito em cópias de quadros famosos, e seu confidente Clifford, responsável pela biografia de Howard Hughes que é lembrada como a maior falsificação da década de 70. Welles se coloca em meio aos dois e desvenda as verdades e mentiras existentes nos diversos tipos de arte.


Dia 29 de junho, 19h:
É TUDO VERDADE (It’s all true, Dir. Orson Welles, Bill krohn, Myron Meisel, Richard Wilson, EUA, 1993, 85min)

Em 1942, Orson Welles veio ao Brasil fazer um filme sobre a cultura local, porém o projeto não foi terminado. Este documentário mostra porque o filme não foi concluído, relatando os problemas que apareceram e mostrando cenas que chegaram a ser gravadas. O governo americano queria a produção para melhorar o relacionamento com a América do Sul, mas nem o estúdio RKO e nem o governo brasileiro gostaram do primeiro material feito. O documentário ainda reconstrói, a partir do material bruto encontrado, uma parte de Four Men on a Raft, no qual Welles conta a história de quatro jangadeiros cearenses que navegam até o Rio de Janeiro para pedir ao governo ajuda para sua gente.

.

sábado, 21 de março de 2015

'Depois da Chuva', filme de Takashi Koizumi, em exibição no Cinemarana



Cinemarana (com mediação de Elvis Pinheiro)
Exibição do filme Depois da Chuva
Ficha técnica:
Título original: Ame Agaru
Direção: Takashi Koizumi
Roteiro: Shugoro Yamamoto, Akira Kurosawa
Elenco: Akira Terao, Yoshiko Miyazaki, Shiro Mifune, Fumi Dan, Hisashi Igawa, Hidetaka Yoshioka, Takayuki Katô, Mieko Harada
Duração: 91 minutos
Ano: 1999
Países de origem: França, Japão

"Misawa é um samurai que não consegue encontrar emprego, mas que é um gênio da arte de lutar. Ao lado de sua mulher, ele é obrigado a parar em uma pequena hospedaria por causa de uma enchente. Vendo as péssimas condições do local, ele parte em busca de alimento para o povo, logo despertando a desconfiança de sua mulher, que não gosta que ele lute por dinheiro." (sinopse da divulgação do evento)

Exibição na segunda-feira, 23 de março de 2015, às 19h
No SESC Crato-CE. Entrada gratuita.

.

Lançamento do livro 'Momentos Apaixonados: Escritos em Poesia'



"O Lançamento do livro Momentos Apaixonados Escritos em Poesia, na Região do Cariri, programa cultural que trará para o Público Caririense, principalmente casais de namorados, esposos e esposas, educadores, estudantes e para o público em geral, um livro com poemas românticos que retratam vivências e que tocam os corações, desde os mais jovens aos de mais idade, fazendo com que cada um extraia desse livro aprendizados para o seu dia a dia, no que diz respeito aos diversos tipos de amores. Um livro com poemas leves, apaixonantes e de fácil compreensão." (Evandro Ferreira Rodrigues - sinopse da divulgação do evento)

Lançamento do livro Momentos Apaixonados: escritos em poesia
Autor: Evandro Ferreira Rodrigues (Fortaleza-CE)
Sábado, 28 de março de 2015, 19h
No Centro Cultural Banco do Nordeste - CCBNB Cariri (Juazeiro do Norte-CE)
Entrada gratuita
Coordenação: Henoque Viríssimo de Amorim
Produção: Anna Karine M. Lima
Escritor/facilitador: Evandro Ferreira Rodrigues.

.

sexta-feira, 20 de março de 2015

A música da poesia



por Amador Ribeiro Neto

Se a música está sob o domínio do significante, na poesia reina o jogo de palavras, conhecido como paronomásia, que é a correlação entre som e sentido. O som, associado à palavra, ganha e dá sentido(s). Fazendo um trocadilho, é o som ao redor. Ao redor da palavra: imagem, ideia, música.

Todavia, para Décio Pignatari, reverberando Pound, “a poesia parece estar mais do lado da música e das artes plásticas e visuais do que da literatura”.

Já, para Haroldo de Campos, “o que caracteriza a função poética é um uso inovador, imprevisto, inusitado das possibilidades do código da língua”. Afirmação que ressoa a de Jakobson: “em poesia, qualquer similaridade notável no som é avaliada em função da similaridade e/ou dessemelhança”.

Para T.S. Eliot “a música da poesia não é algo que exista à margem do significado. Do contrário, poderíamos ter poesia de grande beleza musical que não fizesse sentido, e jamais me deparei com tal poesia. Há poemas nos quais somos inebriados pela música e admitimos o sentido como correto, assim como há poemas nos quais prestamos atenção no sentido e somos envolvidos pela música sem que disso nos apercebamos. A música da poesia dever ser a música latente na fala comum de sua época. E isso significa também que ela deve estar latente na fala comum da ‘região’ do poeta”.

E continua: “A música do verso não constitui um assunto possível de ser tratado verso a verso, mas uma questão que se refere à totalidade do poema. Apenas com isto em mente é que podemos abordar a controversa questão do modelo formal e do verso livre. Nenhum verso é livre para alguém que deseja executar bem seu ofício. Somente um mau poeta poderia escolher o verso livre enquanto libertação da forma. As propriedades da música que mais interessam ao poeta são as da noção de ritmo e de estrutura”.

Finalizando, T.S. Eliot observa: “O uso de temas recorrentes é natural tanto na poesia quanto na música. Há no verso possibilidades que comportam certa analogia com o desenvolvimento de um tema por diferentes grupos de instrumentos; há num poema possibilidades de transições comparáveis aos distintos movimentos de uma sinfonia ou de um quarteto; há possibilidade de arranjo contrapontístico com relação ao tema. É numa sala de concerto, mais do  que numa casa de ópera, que a matriz de um poema pode ganhar vida”.

Para o Futurismo, segundo Krystyna Pomorska, “o ponto principal da estética” é a “palavra em seu aspecto sonoro, como o único material e tema da poesia. Foi o Simbolismo que apontou em primeiro lugar a função fundamental do som na poesia, atribuindo-lhe uma função semântica e epistemológica”.

E segue: “Para os simbolistas a poesia devia-se igualar à música”. Para os futuristas “o elemento sonoro é igualado aos elementos pictóricos, figuras e linhas geométricas, tornando-se assim um fenômeno independente a ser experimentado e fruído como a única poesia, pura e verdadeira. Assim, os futuristas lutaram pela ‘palavra pura’, sem relação com qualquer função referencial ou simbólica, no que diz respeito ao objeto. O conceito futurista de poesia advém do conceito de ‘arte sem objeto’, dos cubistas”. 

O próprio Platão pergunta n’A República: “o que são os versos dos poetas sem o colorido que lhes empresta a música?”. Quando Platão indaga o que sobra da poesia sem a música, certamente já distingue, com acerto, um procedimento que os semioticistas russos, no início do século XX, viriam definir com uma precisão atualíssima: a linguagem poética distingue-se da linguagem prosaica.

Certo: tocam-se, entremeiam-se, sobrepõem-se, associam-se, mesclam-se – mas sempre uma e outra são uma e outra coisa. Nesse emaranhado terminológico envolvendo prosa e poesia chegamos a falar em prosa poética, poesia em prosa, “proesia”. Mas no fundo, perdoem-me o clichê, mas no fundo, prosa e poesia são dois bicudos que se beijam. E continuam sendo dois bicudos.

Um amálgama de sons paga evidentemente tributo às conquistas da Semana de Arte Moderna de 22. Dentre as conquistas de 22, sem dúvida, os maiores méritos devem ser creditados a Oswald de Andrade com a propalada deglutição de “só me interessa o que não é meu”. A Antropofagia, sabemos, gerou um produto nacional (e internacional) líquido com qualidade de exportação – como bem notaram e anunciaram Augusto de Campos e Haroldo de Campos.

A Antropofagia, ao adotar como ponto estético e estratégico de seu programa o sincretismo, abriu espaço – entre outras coisas – para cores e sons, sons e sentidos até então presentes na voz do povo, na voz do morro, na voz da metrópoles, mas ainda não ouvidos – e inauditos – na poesia brasileira. Exceção feita à “transpolifônica” (se me permitem o neologismo) poesia de Gregório e de Sousândrade – dois dos cinco maiores poetas da literatura brasileira.

Bem, eu dizia, que esta mistura de raças e culturas num caldeirão do vale-tudo gerou ritmos nossos nascidos do amálgama de todos os ritmos. As melodias indígenas, africanas, caribenhas, europeias, norte-americanas e até orientais, deixaram marcas na música de nossa poesia.

A propósito deste caldeirão de ritmos advindos de povos que se misturam, lembra-nos T.S. Eliot: “há uma lei da natureza mais poderosa do que quaisquer tendências variadas, ou influências vindas de fora ou do passado: a lei é de que a poesia não deve se afastar demasiado da língua comum diária que usamos e ouvimos”.  E completa: “Seja a poesia rítmica ou silábica, rimada ou não rimada, formal ou livre, ela não pode dar-se ao luxo de perder o contato com a linguagem mutante da conversação ordinária”.

Em outro ensaio, o mesmo T.S. Eliot complementa esta ideia: “a emoção e o sentimento são melhor expressos na língua comum do povo, isto é, na língua comum a todas as classes: a estrutura, o ritmo, o som, o modo de falar de uma língua expressam a personalidade do povo que a utiliza”.

Este foi um dos itens da cartilha da Modernidade e, no nosso caso, do Modernismo: desentranhar a linguagem poética da fala prosaica. A bem da verdade, ao longo da História, vários movimentos que reivindicaram revolução na poesia acabaram postulando uma volta à fala comum. Talvez porque a língua falada seja um organismo dinâmico, ao passo que o idioma envelhece em sua normatividade gramatical.

Barthes já nos advertiu que literatura é “trapaça com a língua”.  Daí depreendemos que o poeta deve falar a língua de sua época e dar ao leitor a oportunidade de concluir: “assim é que eu falaria se pudesse falar em verso”, como sintetiza T.S. Eliot. Isto talvez justifique por que curtimos tanto a poesia contemporânea e por que ela nos dá a sensação de plenitude – muitas vezes, mais até do que a poesia de outras épocas históricas.
____


Amador Ribeiro Neto é poeta, crítico literário e de música popular. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Professor do curso de Letras da UFPB.

.

'Razão e Sensibilidade', filme de Ang Lee, em exibição no Cine Café



Cine Café (com mediação e curadoria de Elvis Pinheiro)
Exibição do filme Razão e Sensibilidade
Ficha técnica:
Título original: Sense and Sensibility
Direção: Ang Lee
Roteiro: Emma Thompson (roteiro baseado em romance de Jane Austen)
Elenco: James Fleet, Tom Wilkinson, Harriet Walter, Kate Winslet, Emma Thompson, Gemma Jones, Hugh Grant, Alan Rickman, Greg Wise
Duração: 136 minutos
Ano: 1995
Países de origem: Reino Unido, Estados Unidos

"Duas irmãs se mudam para o campo após a morte do pai, e começam a passar dificuldades financeiras. Enquanto Elinor é bastante prática nos relacionamentos, Marianne se mostra frágil e sensível, em duas maneiras completamente diferentes de se descobrir o amor." (sinopse da divulgação do evento)

Exibição no sábado, 21 de março de 2015, às 17h30
No Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri (Juazeiro do Norte). Entrada gratuita.

.

quinta-feira, 19 de março de 2015

'Bonequinha de Luxo', filme de Blake Edwards, em Nova Olinda



Cine Café Volante (com mediação de Elvis Pinheiro)
Exibição do filme Bonequinha de Luxo
Ficha técnica:
Título original: Breakfast at Tiffany's
Direção: Blake Edwards
Roteiro: George Axelrod (baseado em livro de Truman Capote)
Elenco: Audrey Hepburn, George Peppard, Patricia Neal, Buddy Ebsen, Martin Balsam, Mickey Rooney, Alan Reed, José Luis de Vilallonga
Duração: 115 minutos
Ano: 1961
País de origem: Estados Unidos

"Uma garota de programa de luxo sonha em achar um homem milionário, para tornar-se seu marido. Porém, ela acaba se apaixonando por seu recente vizinho, escritor e que é bancado pela bela meretriz." (sinopse da divulgação do evento)

Exibição na sexta-feira, 20 de março de 2015, às 19h
Na Fundação Casa Grande, em Nova Olinda-CE. Entrada gratuita.

.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Programação Orient Cinemas Cariri Shopping - de 19/03 a 25/03/2015

O Duelo
(O Duelo, 2013)
Direção: Marcos Jorge
Elenco: Joaquim de Almeida, José Wilker, Marcio Garcia, Claudia Raia, Patrícia Pillar, Sandro Rocha, Tainá Muller, Duda Ribeiro, Jarbas Homem de Mello, Pietro Mario
Produção executiva: Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa
Produção: Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa
País: Brasil
Gênero: Aventura
Duração: 100 minutos
Distribuidor: Warner Bros.
Sinopse: O Duelo conta a história do comandante Vasco Moscoso de Aragão (Joaquim de Almeida) e de sua agitada chegada em uma cidadezinha balneária, a vila de Periperi, situada nas proximidades de um grande município portuário. Já maduro, este pitoresco forasteiro vem para ficar, buscando repouso depois de uma longa vida de aventuras por todos os mares do globo. O charmoso navegante conquista rapidamente a simpatia e admiração dos moradores. Os homens se reúnem ao seu redor para ouvir histórias do mar e as mulheres suspiram por sua figura romântica. O que não demora a suscitar o despeito de alguns invejosos, em especial do fiscal Chico Pacheco, até então o cidadão mais admirado do local. José Wilker será Chico Pacheco, que perde popularidade na pacata vila de Periperi com a chegada do comandante Aragão. Desconfiado e enciumado das histórias contadas pelo capitão, Chico resolve investigar sua vida pregressa e o desafia a provar suas habilidades. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Filme nacional: 13h30, 15h50, 18h10, 20h30 (Sala 1)
____


A Série Divergente: Insurgente
(Insurgent, 2014)
Direção: Robert Schwentke
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Kate Winslet, Naomi Watts, Jai Courtney, Ansel Elgort, Maggie Q, Zoë Kravitz, Ray Stevenson, Octavia Spencer
Produção executiva: Neil Burger, David Hoberman, Todd Lieberman, Barry H. Waldman
Produção: Lucy Fisher, Pouya Shahbazian, Douglas Wick
País: Estados Unidos
Gênero: Ação, Aventura, Ficção-científica
Duração: 119 minutos
Distribuidor: Paris Filmes
Sinopse: Em A Série Divergente: Insurgente, os riscos para Tris aumentam quando ela sai à procura de aliados e respostas nas ruínas de uma Chicago futurista. Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) são agora fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los. Assombrada pelas escolhas do passado, mas desesperada para proteger quem ama, Tris, com Quatro a seu lado, encara um desafio impossível atrás de outro, ao desvendar a verdade sobre o passado e também o futuro de seu mundo. Desafie a realidade, busque a verdade. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 15h40 (Sala 2)
Dublado 3D: 13h, 18h20 (Sala 2)
Legendado 3D: 21h (Sala 2)
____


O Sétimo Filho
(Seventh Son, 2013)
Direção: Sergey Bodrov
Elenco: Ben Barnes, Julianne Moore, Alicia Vikander, Kit Harington, Jeff Bridges, Djimon Hounsou, Olivia Williams, Antje Traue
Produção executiva: Jon Jashni, Brent O´Connor, Alysia Cotter
Produção: Basil Iwanik, Thomas Tull, Lionel Wigram
País: EUA
Gênero: Ação, Aventura
Duração: 102 minutos
Distribuidor: Universal Pictures
Classificação indicativa: 12 anos
Sinopse: Em um passado distante, um mal está prestes a ser desencadeado e reacenderá mais uma vez a guerra entre as forças humanas e sobrenaturais. Mestre Gregory (Jeff Bridges) é um cavaleiro que aprisionou há séculos a Mãe Malkin (Julianne Moore), uma poderosa e malévola bruxa. Mas ela escapou e agora quer se vingar. Invocando seus seguidores de cada encarnação, Mãe Malkin se prepara para soltar sua terrível ira sobre um mundo desprevenido. Apenas uma coisa está em seu caminho. Mestre Gregory. Em um encontro mortal, Gregory fica cara a cara com o mal que ele sempre temeu voltar. Ele só tem até a próxima lua cheia para fazer o que, geralmente, leva anos: treinar seu novo aprendiz, Tom Ward (Ben Barnes), para lutar contra uma magia negra diferente de todas as outras A única esperança do homem está no sétimo filho de um sétimo filho. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 14h20, 16h40, 19h (Sala 3)
Legendado: 21h20 (Sala 3)
____


Golpe Duplo
(Focus, 2015)
Direção: Glenn Ficarra, John Requa
Elenco: Will Smith, Margot Robbie, Rodrigo Santoro, Adrian Martinez, Robert Taylor, BD Wong, Gerald McRaney, Brennan Brown
Produção executiva: Charlie Gogolak, Stan Wlodkowski
Produção: Denise Di Novi
País: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama
Duração: 105 minutos
Distribuidor: Warner
Classificação etária: 14 anos
Sinopse: Will Smith interpreta Nicky, um experiente mestre trapaceiro que se envolve romanticamente com a golpista novata Jess (Margot Robbie). Enquanto ele ensina a ela os truques do negócio, Jess acaba se aproximando demais e ele termina a relação abruptamente. Três anos mais tarde, essa antiga paixão - agora uma talentosa femme fatale - aparece em Buenos Aires no meio das altas apostas de um circuito de corrida de carros. Durante o esquema mais recente e perigoso de Nicky, ela promove uma reviravolta em seus planos, deixando o calejado vigarista fora de seu jogo. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 14h10, 18h40 (Sala 4)
Legendado: 21h10 (Sala 4)
____


Mortdecai - A Arte da Trapaça
(Mortdecai, 2014)
Direção: David Koepp
Elenco: Johnny Depp, Gwyneth Paltrow, Ewan McGregor, Paul Bettany, Jeff Goldblum, Olivia Munn, Michael Byrne, Ulrich Thomsen, Jamie Bernadette
Produção executiva: Michael Paseornek, Sam Sarkar
Produção: Christi Dembrowski, Johnny Depp, Andrew Lazar, Gigi Pritzker
País: EUA
Gênero: Ação, Comédia, Policial
Duração: 106 minutos
Distribuidor: Paris Filmes
Classificação indicativa: 14 anos
Sinopse: Charlie Mortdecai, marchand cortês e trapaceiro, faz malabarismos com alguns russos enfurecidos, o Mi5 britânico, sua esposa de pernas tortas e um terrorista internacional. Mortdecai precisa atravessar o planeta armado somente com seus olhares especiais e charme irresistível, em uma corrida para recuperar um quadro roubado, que segundo os rumores, contém uma senha para uma conta perdida em um banco, cheia de ouro Nazista. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 14h, 19h10 (Sala 5)
____


Kingsman: Serviço Secreto
(Kingsman: The Secret Service, 2014)
Direção: Matthew Vaughn
Elenco: Colin Firth, Mark Hamill, Samuel L. Jackson, Mark Strong, Michael Caine, Jack Davenport, Taron Egerton, Sofia Boutella, Neve Gachev
Produção: Adam Bohling, David Reid, Matthew Vaughn
País: EUA, Inglaterra
Gênero: Ação, Aventura, Comédia
Duração: 129 minutos
Distribuidor: 20th Century Fox
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: Baseado na aclamada história em quadrinhos e dirigido por Matthew Vaughn (X-Men: Primeira Classe), Kingsman: Serviço Secreto conta a história de uma agência de espionagem super secreta, que recruta um garoto desleixado, mas promissor, para participar do treinamento competitivo da agência, ao mesmo tempo em que um gênio da tecnologia ameaça o mundo. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 15h, 17h50, 20h40 (Sala 6)
____


Cinquenta Tons de Cinza
(Fifty Shades of Grey, 2013)
Direção: Sam Taylor-Johnson
Elenco: Dakota Johnson, Jamie Dornan, Jennifer Ehle, Max Martini, Luke Grimes, Eloise Mumford, Marcia Gay Harden
Produção executiva: Marcus Viscidi, Peter Schlessel
Produção: Dana Brunetti, Michael De Luca, E.L. James
País: EUA
Gênero: Drama, Romance
Duração: 125 minutos
Distribuidor: Universal Pictures
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: Adaptação para os cinemas do livro de E. L. James, o filme acompanha o intenso relacionamento entre a estudante de literatura Anastasia Steele (Dakota Johnson) e o milionário Christian Grey (Jamie Dornan), uma relação complexa que começa quando Anastasia deve entrevistar Christian para o jornal da faculdade. A partir daí, eles embarcam em um caso de amor e Anastasia não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também os segredos mais obscuros que Grey tenta esconder. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 16h20, 21h30 (Sala 5)
____


Bob Esponja: Um Herói Fora D'Água
(SpongeBob SquarePants 2, 2014)
Direção: Paul Tibbitt
Elenco: Antonio Banderas, Tom Kenny (voz), Clancy Brown (voz), Thomas F. Wilson, Bill Fagerbakke (voz), Jesica Ahlberg, Rodger Bumpass (voz), Mr. Lawrence (voz), Kaitlyn Ervin, Carolyn Lawrence (voz), Noah Lomax
Produção excecutiva: Stephen Hillenburg, Cale Boyter
Produção: Paul Tibbitt, Mary Parent
País: EUA
Gênero: Animação, Aventura, Comédia
Duração: 93 minutos
Distribuidor: Paramount Pictures
Classificação indicativa: livre
Sinopse: A vida corria tranquila para o otimista Bob Esponja e sua turma: o leal estrela-do-mar Patrick, o sarcástico Lula Molusco, a esquilo cientista Sandy e seu chefe, o crustáceo capitalista Sr. Sirigueijo. Quando a ultrassecreta receita do Hambúrguer de Siri é roubada, o caos se instaura no fundo do mar. Para salvar a pátria, Bob Esponja e o vilão Plankton precisam unir suas forças em uma viagem através do tempo e do espaço Em terra firme, a turma toda enfrenta o malvado pirata Barba Burguer que tem seus próprios planos para os deliciosos hambúrgueres e conta com a ajuda do seu fiel escudeiro – a gaivota Kyle. (para assistir ao trailer, clique aqui)

Dublado: 16h30 (Sala 4)
_____________________


Ingresso:
Valores Inteiros (exceto Sala 3D Digital):
Segunda, terça e quarta (exceto feriado e véspera de feriado): R$11,00 (o dia todo)
De quinta a domingo (e feriado): R$ 15,00

Valores Inteiros para a Sala 3D Digital:
Segunda, terça e quarta (exceto feriado e véspera de feriado): R$15,00 (o dia todo)
De quinta a domingo (e feriado): R$20,00.

Promoção:
De segunda a quarta-feira, todos os ingressos por R$ 5,50, exceto sessões 3D (R$7,50 + R$4,00 óculos)

No Cinema do Cariri Garden Shopping (Juazeiro do Norte-CE)
Site Orient Cinemas: http://www.orientcinemas.com.br/
Número de telefone do cinema: (88) 3571.8275.

Programação sujeita a alterações.

.